• ILPS

PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA CONSERVAÇÃO 2018

Atualizado: Mar 24

Para a primeira edição deste projeto, foi premiada a bióloga Carolina Starling Manne, estudante de pós-graduação da UFRJ. O projeto da Carolina tem o título "De volta para a casa: reintrodução e avaliação da dispersão de sementes pelo Jabuti Amarelo (Jabuti-Tinga) na Mata Atlântica".


Carolina Starling Manne, no CETAS - Centro de Triagem de Animais Silvestres - Ibama


Trata-se de um projeto que se integra ao REFAUNA, que tem como objetivo restaurar a Mata Atlântica do Rio de Janeiro. A reintrodução do Jabuti ocorrerá no Parque Nacional da Tijuca. Esta é uma espécie considerada um importante dispersor de sementes, sendo capaz de dispersar semente grandes sem danificá-las.


Sete (07) projetos, das diversas faculdades de biologia do Rio de Janeiro, foram inscritos no Programa Jovens Talentos para a Conservação 2018, o projeto de Carolina Starling Manne foi o escolhido entre eles. Uma banca composta pelos professores Helena Bergallo (UERJ), Carlos Eduardo Grelle (UFRJ), Jayme Santangelo (Rural), foi a responsável pela pontuação e indicação do primeiro colocado.


Conheça mais sobre o Programa Jovens Talentos para a Conservação clicando aqui

Inspirar e apoiar jovens conservacionistas a trabalhar na proteção do planeta onde moramos, o único lugar onde podemos viver.

© 2019 Instituto Luisa Pinho Sartori