Inspirar e apoiar jovens conservacionistas a trabalhar na proteção do planeta onde moramos, o único lugar onde podemos viver.

© 2019 Instituto Luisa Pinho Sartori

  • Comunicação ILPS

BECA LUÍSA ReGeneC 2019

Atualizado: há 3 dias

No final do ano passado, o Instituto Luísa Pinho Sartori financiou mais uma BECA LUÍSA: projeto que patrocina as despesas de custeio para a participação de um estudante brasileiro (aluno de Doutorado), na Oficina de Genética da Conservação, organizada pela Red Latinoamericana de Genética para la Conservación (ReGeneC). Quando o evento ocorre no Brasil, o ILPS destina a BECA LUÍSA a um estudante do exterior.


A estudante de doutorado, a argentina Martina Malerba, na ReGeneC 2019, no Brasil

Em 2019, o evento foi realizado entre os dias 30 de novembro a 14 de dezembro, aqui no Brasil, em Natal, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, com foco nos desafios de conectar a teoria à prática. A contemplada com a BECA LUÍSA 2019 foi a estudante de doutorado, a argentina Martina Malerba, do Laboratório de Ecologia e Comportamento Animal, em Buenos Aires - IEGEBA (Instituto de Ecología Genética y Evolución de Buenos Aires), CONICET (Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas). A Rede Latino-Americana de Genética para Conservação – ReGeneC, em 2019, comemorou 15 anos treinando profissionais e desenvolvendo capacidades em genética para a conservação na América Latina.




#MeioAmbiente #Conservação #Planeta #Ecosystem #Ciência #Biologia #Biodiversidade #PlanetaTerra #Planet #PlanetEarth #PesquisaAcadêmica #Academicresearch #Universidade #Graduação #Faculdade #Mestrado #Doutorado #University #ong #ongs #UFRJ #UERJ #UNIRIO #UFRRJ #UFF #PUCRIO #TerceiroSetor #Research #Biodiversity